Este investimento irá tirar o gargalo que hoje são de apenas 20GB/s. O novo cabo terá capacidade de 72 TB/s

A informação é do ministro-conselheiro para o mercado digital da representação da União Europeia no Brasil, Carlos Oliveira. Segundo ele, a União Europeia já disponibilizou US$ 30 milhões para o início da implantação do projeto.

Atualmente o Brasil tem um cabo submarino que liga o território brasileiro à Europa, denominado Atlantis 2. Porém, esse cabo tem uma capacidade de apenas 20 gigabytes, muito distante de atender ao gigantesco desenvolvimento de transmissão de dados nos últimos anos, sobretudo com o avanço da tecnologia de vídeos e imagens.

Esse é um salto enorme para falarmos diretamente com o Velho Mundo, pois atualmente, em decorrência da deficiência na troca de dados, somos obrigados a utilizar caminhos mais longos — passando primeiro pelos Estados Unidos, que servem como um hub central de armazenamento e distribuição de nossas informações.

De acordo com especialistas, o novo cabo submarino proporcionará praticidade e redução de custos para a transmissão de dados do Brasil para o continente europeu.

Fonte: Agência Brasil, Tecmundo, Submarine Cable Map